Obrigado pelo seu feedback
Acabou de adicionar este produto à sua lista de desejos.
Acabou de remover este produto da sua lista de desejos.
Não é possível adicionar mais produtos à lista de desejos
Não é possível adicionar mais produtos à lista de desejos
Tem a certeza de que pretende eliminar a comparação?
Continuar
Só pode comparar produtos da mesma categoria.
Acabou de adicionar um artigo para comparar! Continue!
Acabou de remover um artigo para comparar! Continue!
A sua lista de comparação está cheia!
Adicionou apenas 1 produto. Adicione mais produtos para comparar
Beko vs Water.org
Beko vs Water.org

3m leitura

A Beko une forças com a Water.org para ajudar a proporcionar aos Quenianos o acesso a água potável
file.img
filemobile

É com orgulho que anunciamos a nossa mais recente parceria com a Water.org para apoiar um programa comunitário que dará a 10 000 Quenianos necessitados acesso a água potável ou a soluções de saneamento.

 

De acordo com o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas, o Quénia, que tem uma população em crescimento, é conhecido como um país com escassez de água devido à sua baixa oferta de água doce renovável.

 

 

A escassez de água no Quénia é um problema que se arrasta há décadas. Apenas uma pequena percentagem da terra do país é adequada para a agricultura e o clima durante todo o ano é predominantemente árido.

 

Infelizmente, os limitados recursos de água naturais do Quénia não permitem o abastecimento equitativo de água às várias regiões do país. Este facto deixa grande parte da população sem água potável e segura.
 

 

De acordo com a Water.org, 15% dos Quenianos, de um total de 53 milhões de pessoas, dependem de fontes de água não tratadas, como lagoas, poços rasos e rios, enquanto 41% dos Quenianos não têm acesso a soluções de saneamento básico. Estes desafios são ainda mais frequentes nas zonas rurais, onde as pessoas não têm muitas vezes acesso a infra-estruturas de água canalizada. Podemos compreender melhor a situação se considerarmos que o custo total médio de lidar com uma fonte de água não fiável ou remota é de cerca de 38 dólares por mês no Quénia, onde 29% da população total vive com menos de 3,20 dólares por dia.

 

 

Além disso, a crise da água é particularmente grave para as mulheres no Quénia, que são as principais responsáveis pela recolha de água em casa. Estas mulheres arriscam a sua saúde e bem-estar para recolher água. Além disso, caminham muitos quilómetros para chegar à água potável, por vezes com um bebé às costas e enfrentando também muitos perigos pelo caminho.

 

 

 

Por isso, enquanto marca que trabalha para um planeta saudável, era inevitável que nos tornássemos parceiros deste projeto.

 

 

Porque há anos que nos dedicamos a uma vida saudável, aumentando a consciencialização e desenvolvendo produtos que tornam a vida saudável possível e conveniente. A missão da nossa marca é "uma vida saudável só é possível num planeta saudável".

 

 

Para além disso, na Beko, estamos empenhados em proteger o planeta, concebendo e fabricando produtos energeticamente eficientes e investindo na eficiência dos recursos na produção. E estamos a cumprir a nossa responsabilidade ao desenvolver tecnologias como o FiberCatcher, que protege a saúde da água.

 

 

Também nos últimos três anos, como marca de electrodomésticos, concentrámo-nos em três áreas de sustentabilidade: Utilização de materiais reciclados, eficiência energética & pegada de carbono e saúde/eficiência da água.

 

 

Akın Garzanlı, Diretor de Marketing da Arçelik (empresa-mãe da Beko), resume a nossa abordagem ao assunto da seguinte forma:

 

 

"O acesso à água potável e ao saneamento é um direito humano essencial, e quaisquer barreiras a este direito representam sérias ameaças ao bem-estar e prejudicam o desenvolvimento social e económico. No centro de muitas das nossas inovações e soluções está o reconhecimento de que recursos como a água são incrivelmente preciosos. Isto é verdade para os nossos consumidores globais, aos quais incentivamos a poupar água através da nossa tecnologia e filosofia, e para aqueles que não têm acesso a água limpa e segura.  Orgulhamo-nos de apoiar a Water.org e de partilhar competências e recursos para capacitar as famílias necessitadas com acesso a fontes de água duradouras."

 

 

Graças à nossa parceria...

 

 

Apoiaremos a Water.org, co-fundada por Matt Damon e Gary White, e o seu parceiro local AMFI Kenya, a associação de instituições de microfinanciamento, para ajudar a ampliar e promover soluções que permitam o acesso a água potável em bairros de lata urbanos e zonas rurais sem fontes de água fiáveis.

 

 

Além disso, o programa incluirá o desenvolvimento de materiais didácticos e actividades para capacitar as comunidades a terem acesso a empréstimos a preços acessíveis, de modo a poderem instalar poços, tanques de armazenamento de água, filtros, sistemas de recolha de águas pluviais e soluções de saneamento.

 

 

Enquanto Beko, continuaremos a trabalhar para um mundo mais saudável e a estabelecer novas parcerias.

 

Why does the refrigerator smells bad?
Why does the refrigerator smells bad?

Porque existe uma crise de água no Quénia?

 

A crise da água deve-se a múltiplas causas, como as secas, a degradação das florestas, a falta de gestão do abastecimento de água, a contaminação da água e o crescimento demográfico.

What is the easiest way to iron clothes?
What is the easiest way to iron clothes?

Qual é o objetivo da Water.org?

 

A Water.org é uma organização internacional sem fins lucrativos que transformou positivamente mais de 51 milhões de vidas em todo o mundo com acesso a água potável ou saneamento. Fundada por Gary White e Matt Damon, a Water.org é pioneira em soluções financeiras orientadas para o mercado relativamente à crise global da água. Durante 30 anos, proporcionaram às mulheres esperança, às crianças saúde e às famílias um futuro promissor.

How to avoid ironing?
How to avoid ironing?

Como Beko, o que pretendemos com a nossa parceria com a Water.org?

 

Através da Water.org, estamos a apoiar um programa comunitário que dará a 10.000 Quenianos necessitados acesso a soluções de água potável e saneamento.